Skip to main content

Declaração do GitHub contra a Escravidão Moderna e o Trabalho Infantil

Declaração de 2018

Segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT), 40 milhões de pessoas foram vítimas de escravidão moderna e 152 milhões de crianças foram submetidas ao trabalho infantil no mundo todo em 2016. Segundo os Relatórios da OIT:

  • 1 em cada 4 vítimas da escravidão moderna é criança.
  • Das 24,9 milhões de pessoas submetidas a trabalho forçado, 16 milhões são exploradas no setor privado, como trabalho doméstico, construção ou agricultura; 4,8 milhões são submetidas a exploração sexual forçada e 4 milhões a trabalho forçado imposto por autoridades estatais.
  • Mulheres e meninas são desproporcionalmente afetadas pelo trabalho forçado, representando 99% das vítimas na indústria do sexo comercial e 58% em outros setores.

O GitHub lamenta a presença e a persistência da escravidão moderna e do trabalho infantil e leva a sério sua responsabilidade de garantir que nem a escravidão moderna nem o trabalho infantil ocorram em sua cadeia de fornecimento nem em qualquer parte de seus negócios. (Nesta declaração, “escravidão moderna” refere-se a escravidão, trabalho forçado ou compulsório, tráfico, servidão e trabalhadores presos, presos a contratos ou em regime de servidão. “Trabalho infantil” refere-se ao trabalho realizado por menor de 16 anos, ou menor de 14 para trabalhos leves, desde que não se limite a períodos que interfiram na escolaridade da criança nem em condições que interfiram na saúde ou no bem-estar dela.)

De acordo com a Lei da Escravidão Moderna do Reino Unido e em sintonia com o Protocolo da OIT de 2014 à sua Convenção sobre Trabalho Forçado, Declaração da OIT sobre Princípios e Direitos Fundamentais no Trabalho e Meta 8.7 dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas, esta Declaração contra a Escravidão Moderna e o Trabalho Infantil de 2018 (a “Declaração”) descreve as medidas tomadas pelo GitHub para impedir a ocorrência de escravidão moderna e trabalho infantil em seus negócios ou cadeia de fornecimento.

Estrutura, negócios e cadeias de fornecimento do GitHub

O GitHub é uma plataforma de desenvolvimento de software com sede em São Francisco, com funcionários e prestadores de serviços que trabalham em vários países.

Todos os funcionários do GitHub e prestadores de serviços independentes individuais são voluntários e prestadores de serviços por tempo indeterminado. O GitHub tem uma força de trabalho amplamente distribuída e se esforça para fornecer remuneração e benefícios competitivos a seus funcionários e prestadores de serviços, independentemente da localização. Isso é verdade quer contratemos prestadores de serviços independentes diretamente ou por meio de um intermediário.

O GitHub não fabrica nem produz hardware, nem usa agências de recrutamento para os tipos de serviços frequentemente realizados por trabalhadores migrantes. A natureza dos negócios do GitHub não o sujeita a mudanças repentinas na carga de trabalho ou pressões de preços, que muitas vezes impulsionam a demanda por práticas que aumentam o risco de trabalho forçado nas cadeias de fornecimento, como horas extras forçadas.

O GitHub oferece software gratuito e pago e software baseado na Web como serviço para clientes do mundo todo. Os produtos do GitHub incluem:

  • GitHub.com: colaboração baseada na web e plataforma de hospedagem de código
  • GitHub Enterprise: colaboração no local e software de hospedagem de código
  • Atom: editor de texto
  • Electron: estrutura para escrever aplicativos para área de trabalho para diversas plataformas
  • GitHub Desktop: aplicativo para área de trabalho para acessar o GitHub.com e GitHub Enterprise

A cadeia de fornecimento do GitHub consiste em bens e serviços para nossos produtos e operações, incluindo serviços de computação, planejamento de eventos, compra de itens promocionais e de varejo, material de escritório e aluguel de instalações como escritórios e data centers.

Políticas em relação à escravidão moderna e trabalho infantil

Escravidão moderna e trabalho infantil

O Código de Ética do GitHub proíbe conscientemente o uso, a participação, o apoio ou a tolerância à escravidão moderna (escravidão, trabalho forçado ou compulsório, tráfico, servidão ou trabalhadores que estão presos, presos a contratos ou em regime de servidão) ou trabalho infantil em suas operações comerciais. Qualquer funcionário ou contratado do GitHub que viole essa proibição estará sujeito à rescisão do contrato de trabalho ou da relação comercial.

Os Padrões de Conduta do GitHub proíbem conduta não segura e ilegal, incluindo conscientemente o uso, a participação, o apoio ou a tolerância à escravidão moderna (escravidão, trabalho forçado ou compulsório, tráfico, servidão ou trabalhadores que estão presos, presos a contratos ou em regime de servidão) ou trabalho infantil.

O GitHub está em conformidade com as leis que proíbem o tráfico e o trabalho infantil nas jurisdições nas quais ele opera, incluindo Regulamento de Aquisição Federal dos EUA 22.17 sobre o combate ao tráfico de seres humanos.

Além disso, o GitHub estabeleceu uma parceria com o Programa FairHotel, o que significa que o GitHub incentiva seus funcionários a escolher hotéis endossados pela FairHotel, em que os trabalhadores têm salários justos, benefícios adequados e uma voz no trabalho. Ser um parceiro FairHotel também significa que o GitHub oferece negócios aos hotéis como um empregador justo.

No futuro, o GitHub comunicará esta Declaração a todos os funcionários, prestadores de serviços e fornecedores, incluindo recrutadores e agências de emprego. Além disso, o GitHub está desenvolvendo treinamento para todos os funcionários do GitHub sobre escravidão moderna e trabalho infantil. O GitHub posta publicamente sua Declaração contra a Escravidão Moderna e o Trabalho Infantil.

O GitHub tem uma política de não retaliação para denunciar preocupações relacionadas ao local de trabalho. De acordo com esta Declaração, o GitHub permite que funcionários e prestadores de serviços relatem problemas relacionados à escravidão moderna e ao trabalho infantil sem medo de retaliação.

Leis e práticas trabalhistas

As práticas trabalhistas do GitHub são

justas:

  • O GitHub paga a seus funcionários e prestadores de serviços um salário justo, de acordo com os salários legais aplicáveis
  • O GitHub mantém condições de trabalho dignas
  • O GitHub não exige que os funcionários excedam o número máximo de horas de trabalho diário estabelecido pelas leis ou regulamentos locais e nacionais
  • O GitHub paga seus funcionários e prestadores de serviços em tempo hábil, com documentação (como um holerite), informando a base sobre a qual o pagamento é feito, e mantém os registros dos funcionários de acordo com as leis locais e nacionais

dignas e éticas:

  • O GitHub usa apenas trabalho voluntário
  • O GitHub proíbe o trabalho infantil
  • O GitHub não se envolve em abuso ou disciplina física
  • O GitHub não tolera assédio ou discriminação ilegal na força de trabalho ou local de trabalho

respeitosas:

  • O GitHub protege os direitos de seus funcionários à liberdade de associação e negociação coletiva de acordo com os requisitos legais, incluindo a publicação de notificações legais dos direitos dos funcionários segundo a Lei Nacional de Relações Trabalhistas
  • O GitHub oferece benefícios aos funcionários nos níveis esperados no setor ou acima deles
  • O GitHub incentiva os funcionários a relatar qualquer reclamação no local de trabalho e não tolera retaliação por denúncia

Processos de due diligence em relação à escravidão moderna e ao trabalho infantil em seus negócios e cadeias de fornecimento

O GitHub avalia seus negócios e cadeia de fornecimento quanto aos riscos relacionados à escravidão moderna e ao trabalho infantil. Com base na experiência interna e externa em direitos humanos, o GitHub se envolveu em uma análise multifuncional (incluindo Política, Jurídico, Compras, Finanças e Operações, especialmente Recursos Humanos) para determinar onde existem serviços trabalhistas em seus negócios e cadeia de fornecimento e identificar possíveis riscos relacionados à escravidão moderna e ao trabalho infantil. O GitHub prioriza áreas nas quais esses riscos podem ser mais significativos em termos de gravidade, escala ou probabilidade de maior due diligence, monitoramento e verificação. O GitHub continua considerando onde os riscos podem ocorrer e como resolvê-los. Além disso, o GitHub agora obtém a garantia de seus fornecedores de que eles têm práticas consistentes com esta Declaração, inclusive cumprindo as leis relacionadas à escravidão moderna ou ao trabalho infantil.

Locais nas cadeias de suprimento e nos negócios do GitHub onde há risco de escravidão moderna e trabalho infantil, e as medidas que o GitHub tomou para avaliar e gerenciar esse risco

O GitHub não identificou nenhum fornecedor de alto risco; no entanto, a escravidão moderna ou o trabalho infantil teriam maior probabilidade de ocorrer com fornecedores de serviços que envolvam trabalho manual, como apoio a eventos, construção, serviços de instalações e serviços de alimentação. O GitHub auditará seus fornecedores existentes e exigirá que aqueles em áreas de maior risco confirmem que fornecem serviços consistentes com esta Declaração.

Embora o GitHub não tenha conhecimento de real ou suposta escravidão moderna ou trabalho infantil em seus negócios ou na cadeia de fornecimento e não tenha base confiável para acreditar que isso esteja ocorrendo, o GitHub está comprometido em fornecer soluções se ele mesmo causar diretamente escravidão moderna ou trabalho infantil e para correção de padrões mais amplos de não conformidade com esta Declaração causados por deficiências nos sistemas ou processos do GitHub. A remediação do GitHub para vítimas individuais inclui protocolos para ação imediata apropriada para eliminar as práticas modernas de escravidão e trabalho infantil, juntamente com recursos para serviços de vítimas razoáveis e apropriados projetados para compensar os danos sofridos.

Eficácia em garantir que nem escravidão moderna nem trabalho infantil ocorram nos negócios ou nas cadeias de fornecimento do GitHub

O GitHub cumpre e continuará cumprindo as leis relacionadas à escravidão moderna e ao trabalho infantil.

No futuro, o GitHub agora exige que seus fornecedores cumpram esta Declaração, bem como as leis relacionadas à escravidão moderna e ao trabalho infantil. O GitHub agora também exige que seus fornecedores:

  • não usem, participem, apoiem ou tolerem escravidão moderna ou trabalho infantil
  • não usem práticas enganosas ou fraudulentas de recrutamento ou contratação para funcionários ou trabalhadores contratados
  • não cobrem de funcionários ou prestadores de serviços taxas de recrutamento ou contratação
  • não destruam, ocultem, confisquem ou de outra forma neguem o acesso de um funcionário ou de qualquer trabalhador contratado ao passaporte, carteira de motorista ou outros documentos de identidade;
  • permitam-nos rescindir nossos contratos com eles por qualquer violação de suas obrigações relacionadas à escravidão moderna ou ao trabalho infantil; e
  • remediem quaisquer danos causados a qualquer trabalhador que esteja submetido a qualquer forma de escravidão moderna ou trabalho infantil, se exigido por lei.

Além disso, o GitHub incentiva veementemente seus fornecedores a:

  • conduzir processos de due diligence antiescravidão moderna e trabalho infantil, incluindo avaliações de risco, para seus fornecedores;
  • tomar medidas para lidar com os riscos identificados; e
  • usar linguagem antiescravidão e trabalho infantil semelhantes com seus fornecedores.

As instruções de aquisição do GitHub para funcionários que fazem compras da empresa agora incluem uma referência à exigência de que os fornecedores cumpram o Código de Conduta do Fornecedor da Microsoft ou esta Declaração.

Treinamento para a equipe do GitHub sobre escravidão moderna e tráfico humano

O GitHub está desenvolvendo treinamentos sobre escravidão moderna e trabalho infantil que serão obrigatórios para todos os funcionários, visando aos negócios e à cadeia de fornecimento do GitHub. O GitHub enfatizará fornecedores que prestam serviços envolvendo mão de obra, como suporte a eventos, construção, serviços de instalações e serviços de alimentação, como áreas de maior risco potencial.

O Conselho de Administração do GitHub aprovou esta Declaração.