👋 We've unified all of GitHub's product documentation in one place! Check out the content for REST API, GraphQL API, and Developers. Learn more on the GitHub blog.


Publicamos atualizações frequentes em nossa documentação, e a tradução desta página ainda pode estar em andamento. Para obter as informações mais recentes, acesse a documentação em inglês. Se houver problemas com a tradução desta página, entre em contato conosco.

Esta versão do GitHub Enterprise será descontinuada em Esta versão do GitHub Enterprise foi descontinuada em 2020-08-20. No patch releases will be made, even for critical security issues. For better performance, improved security, and new features, upgrade to the latest version of GitHub Enterprise. For help with the upgrade, contact GitHub Enterprise support.

Versão do artigo: Enterprise Server 2.18

Usar um endereço de e-mail verificado na chave GPG

Ao verificar uma assinatura, o GitHub Enterprise confere se o endereço de e-mail do committer ou tagger corresponde a um endereço de e-mail das identidades da chave GPG e se é um endereço de e-mail verificado na conta do usuário. Isso garante que a chave pertence a você e que você é o criador do commit ou da tag.

Se precisar atualizar ou adicionar um endereço de e-mail à sua chave GPG, consulte "Acessar um e-mail com sua chave GPG".

Commits e tags podem conter vários endereços de e-mail. Nos commits, há o autor — a pessoa que escreveu o código — e o committer — a pessoa que adicionou o commit à árvore. Ao assinar um commit com Git, seja durante um git commit normal, cherry-pick ou merge, o endereço de e-mail do committer será o seu, mesmo que o endereço de e-mail do autor não seja. As tags são mais simples: o endereço de e-mail do tagger é sempre o do usuário que criou a tag.

Caso você precise alterar o endereço de e-mail do committer ou tagger, consulte "Configurar endereço de e-mail do commit".

Further reading

Pergunte a uma pessoa

Não consegue encontrar o que procura?

Entrar em contato