Publicamos atualizações frequentes em nossa documentação, e a tradução desta página ainda pode estar em andamento. Para obter as informações mais recentes, acesse a documentação em inglês. Se houver problemas com a tradução desta página, entre em contato conosco.

Automação Git com tokens OAuth

Você pode usar tokens OAuth para interagir com GitHub Enterprise por meio de scripts automatizados.

Neste artigo

Did this doc help you?

Help us make these docs great!

All GitHub docs are open source. See something that's wrong or unclear? Submit a pull request.

Make a contribution

Ou, learn how to contribute.

Etapa 1: Obtenha um token OAuth

Crie um token de acesso pessoal na página de configurações do seu aplicativo. Para mais informação, consulte "Criando um token de acesso pessoal."

Dica: Recomendamos que você revise regularmente as integrações autorizadas. Remova todos os aplicativos e tokens que não tenham sido usados por um tempo. Para obter mais informações, consulte "Revisar integrações autorizadas".

Etapa 2: Clone um repositório

Se você tem um token, é possível inseri-lo em vez de sua senha ao realizar operações Git em HTTPS.

Por exemplo, você digitaria o seguinte na linha de comando:

$ git clone https://hostname/username/repo.git
Username: your_username
Password: your_token

Para evitar esses alertas, você pode usar o cache de senhas do Git. Para obter informações, consulte "Armazenar suas credenciais no GitHub no Git".

Aviso: os tokens possuem accesso de leitura e gravação e devem ser tratados como senhas. Se você informar seu token na URL clone ao clonar ou adicionar um remote, o Git irá gravá-lo em seu arquivo .git/config como texto simples, o que representa um risco de segurança.

Leia mais

Did this doc help you?

Help us make these docs great!

All GitHub docs are open source. See something that's wrong or unclear? Submit a pull request.

Make a contribution

Ou, learn how to contribute.