Publicamos atualizações frequentes em nossa documentação, e a tradução desta página ainda pode estar em andamento. Para obter as informações mais recentes, acesse a documentação em inglês. Se houver problemas com a tradução desta página, entre em contato conosco.

Configurar o Git para uso com delimitadores de linha

Para evitar problemas com diffs, é possível configurar o Git para operar adequadamente com delimitadores de linhas.

Neste artigo

Did this doc help you?

Toda vez que você pressionar retornar no seu teclado, você insere um caractere invisível denominado delimitador. Os diferentes sistemas operacionais gerenciam os delimitadores de formas diferentes.

Ao colaborar em projetos com Git e GitHub Enterprise, o Git pode produzir resultados inesperados se, por exemplo, você estiver trabalhando em uma máquina que use o Windows e o seu colaborador dizer uma mudança no OS X.

Você pode configurar o Git para gerenciar os delimitadores automaticamente para que você possa colaborar efetivamente com pessoas que usam diferentes sistemas operacionais.

Configurações globais para delimitadores de linhas

O comando git config core.autocrlf é utilizado para alterar a forma como o Git trabalha com delimitadores de linhas. É um argumento único.

No OS X, você simplesmente introduz input (entrada) na configuração. Por exemplo:

$ git config --global core.autocrlf input
# Configure Git to ensure line endings in files you checkout are correct for OS X

No Windows, você simplesmente introduz true na configuração. Por exemplo:

$ git config --global core.autocrlf true
# Configure Git to ensure line endings in files you checkout are correct for Windows.
# For compatibility, line endings are converted to Unix style when you commit files.

No Linux, você simplesmente introduz input (entrada) na configuração. Por exemplo:

$ git config --global core.autocrlf input
# Configure Git to ensure line endings in files you checkout are correct for Linux

Configurações por repositórios

Opcionalmente, você pode configurar um arquivo de .gitattributes para gerenciar como Git lê os delimitadores em um repositório específico. Quando você fizer commit deste arquivo para um repositório, ele irá substituir a configuração core.autocrlf para todos os contribuidores de repositório. Isso garante um comportamento consistente para todos os usuários, independentemente das configurações e do ambiente Git.

O arquivo .gitattributes deve ser criado na raiz do repositório e, como qualquer outro arquivo, com commit.

Um arquivo .gitattributes se parece com uma tabela de duas colunas:

  • À esquerda está o nome do arquivo para o Git fazer a correspondência.
  • À direita está a configuração do delimitador de linha que o Git deve usar para esses arquivos.

Exemplo

Segue aqui um exemplo de arquivo .gitattributes. Você pode usá-lo como um modelo para os seus repositórios:

# Defina o comportamento padrão, caso as pessoas não tenham configurado o core.autocrlf.
* text=auto

# Declare explicitamente os arquivos de texto que você deseja que sempre sejam normalizados e convertidos 
# em delimitadores de linha nativos ao fazer checkout.
*.c text
*.h text

# Declare os arquivos que sempre terão delimitadores de linha CRLF ao fazer checkout.
*.sln text eol=crlf

# Indique todos os arquivos que são verdadeiramente binários e que não devem ser modificados.
*.png binary
*.jpg binary

Você notará que arquivos são correspondentes,*.c, *.sln, *.png—, separados por um espaço uma determinada configuração —text, text eol=crlf, binary. Iremos analisar algumas possíveis configurações abaixo.

  • text=auto o Git irá gerenciar os arquivos da maneira que considerar melhor. Essa é uma boa opção padrão.

  • text eol=crlf O Git sempre converterá delimitadores em CRLF no checkout. Você deve usar isso para arquivos que devem manter os delimitadores CRLF, até mesmo no OSX ou Linux.

  • text eol=lf O Git sempre converterá os delimitadores em LF no checkout. Você deve usar isso para arquivos que devem manter os delimitadores LF, mesmo no Windows.

  • binary o Git entenderá que os arquivos especificados não são texto e não deve tentar alterá-los. A configuração binary (binário) também é um pseudônimo para -text -diff.

Atualizar um repositório após alterar delimitadores de linha

Ao definir a opção core.autocrlf ou fazer o commit de um arquivo do tipo.gitattributes, você pode descobrir que o Git relata alterações em arquivos que você não modificou. O Git mudou os delimitadores para corresponder à sua nova configuração.

Para garantir que todos os delimitadores no repositório correspondam à sua nova configuração, faça backup de seus arquivos com o Git, exclua todos os arquivos no repositório (exceto os do diretório .git) e, em seguida, restaure os arquivos de uma só vez.

  1. Salva seus arquivos atuais no Git, assim seu trabalho não será perdido.
    $ git add . -u
    $ git commit -m "Saving files before refreshing line endings"
  2. Adiciona todos os seus arquivos alterados novamente e normaliza os delimitadores de linha.
    $ git add --renormalize .
  3. Mostra os arquivos regravados e normalizados.
    $ git status
  4. Faz commit das alterações em seu repositório.
    $ git commit -m "Normalize all the line endings"

Leia mais

Did this doc help you?