Publicamos atualizações frequentes em nossa documentação, e a tradução desta página ainda pode estar em andamento. Para obter as informações mais recentes, acesse a documentação em inglês. Se houver problemas com a tradução desta página, entre em contato conosco.

Usar etiquetas com executores auto-hospedados

Você pode usar etiquetas para organizar os seus executores auto-hospedados com base em suas características.

Neste artigo

Para obter informações sobre como usar etiquetas para encaminhar trabalhos para tipos específicos de executores auto-hospedados, consulte "Usando executores auto-hospedados em um fluxo de trabalho."

Um executor auto-hospedado pode estar localizado em sua organização ou em configurações do repositório no GitHub. Para gerenciar um executor auto-hospedado, você deve ter as seguintes permissões, dependendo de onde o executor auto-hospedado foi adicionado:

  • Repositório de usuário: Você deve ser o proprietário do repositório.
  • Organização: Você deve ser um proprietário da organização.
  • Repositório da organização: Você deve ser o proprietário da organização ou ter acesso de administrador ao repositório.

Criar etiquetas personalizadas

  1. Na sua organização ou repositório, navegue até a página principal e clique no Settings.
  2. Na barra lateral esquerda, clique em Actions (Ações).
    Configuração de ações
  3. Na lista "Self-hosted runners" (Runners auto-hospedados), localize o runner que você quer atualizar e clique em para ver o menu de seleção de etiquetas. Este menu exibe todas as etiquetas personalizadas disponíveis para o seu runner auto-hospedado. Etiquetas já atribuídas para o seu runner auto-hospedado tem um ao lado delas.
    Alterar etiqueta do executor
  4. No campo "Filtrar etiquetas", digite o nome da sua nova etiqueta e clique em Criar nova etiqueta.
    Adicionar etiqueta do executor

O rótulo personalizado é criado e atribuído ao executor auto-hospedado. É possível remover as etiquetas personalizadas dos executores auto-hospedados, mas não é possível excluí-las manualmente. Quaisquer etiquetas não utilizadas que não forem atribuídas a um executor serão automaticamente excluídas dentro de 24 horas.

Atribuir uma etiqueta a um executor auto-hospedado

  1. Na sua organização ou repositório, navegue até a página principal e clique no Settings.
  2. Na barra lateral esquerda, clique em Actions (Ações).
    Configuração de ações
  3. Na lista "Self-hosted runners" (Runners auto-hospedados), localize o runner que você quer atualizar e clique em para ver o menu de seleção de etiquetas. Este menu exibe todas as etiquetas personalizadas disponíveis para o seu runner auto-hospedado. Etiquetas já atribuídas para o seu runner auto-hospedado tem um ao lado delas.
    Alterar etiqueta do executor
  4. Clique em uma etiqueta a ser atribuída ao seu executor auto-hospedado.

Remover uma etiqueta personalizada de um executor auto-hospedado

  1. Na sua organização ou repositório, navegue até a página principal e clique no Settings.
  2. Na barra lateral esquerda, clique em Actions (Ações).
    Configuração de ações
  3. Na lista "Self-hosted runners" (Runners auto-hospedados), localize o runner que você quer atualizar e clique em para ver o menu de seleção de etiquetas. Este menu exibe todas as etiquetas personalizadas disponíveis para o seu runner auto-hospedado. Etiquetas já atribuídas para o seu runner auto-hospedado tem um ao lado delas.
    Alterar etiqueta do executor
  4. Clique na etiqueta atribuída para removê-la do seu executor auto-hospedado. Quaisquer etiquetas não utilizadas que não forem atribuídas a um executor serão automaticamente excluídas dentro de 24 horas.

Usar o script de configuração para criar e atribuir rótulos

Você pode usar o script de configuração no executor auto-hospedado para criar e atribuir etiquetas personalizadas. Por exemplo, este comando atribui ao executor auto-hospedado uma etiqueta denominada gpu.

./config.sh --labels gpu

Caso não exista, a etiqueta será criada. Você também pode usar esta abordagem para atribuir as etiquetas-padrão a executores, como x64 ou linux. Quando as etiquetas-padrão são atribuídas usando o script de configuração, GitHub Actions aceita-as como dadas e não valida que o executor está realmente usando esse sistema operacional ou arquitetura.

Você pode usar a separação por vírgula para atribuir múltiplas etiquetas. Por exemplo:

./config.sh --labels gpu,x64,linux

Observação: Se você substituir um executor existente, você deverá reatribuir quaisquer etiquetas personalizadas.

Pergunte a uma pessoa

Não consegue encontrar o que procura?

Entrar em contato