Publicamos atualizações frequentes em nossa documentação, e a tradução desta página ainda pode estar em andamento. Para obter as informações mais recentes, acesse a documentação em inglês. Se houver problemas com a tradução desta página, entre em contato conosco.
Versão do artigo: Enterprise Server 2.20

Sobre hooks pre-receive

Hooks pre-receive são scripts executados no appliance do GitHub Enterprise Server que você pode usar para implementar verificações de qualidade.

Neste artigo

Quando ocorre um push, cada script é executado em um ambiente isolado e pode executar verificações no conteúdo do push. Os scripts farão o push ser aceito se o status de saída for 0, ou farão o push ser rejeitado se o status de saída for diferente de zero.

Cenários de uso

Use os hooks pre-receive para cumprir com as regras corporativas, aplicar a conformidade regulamentar e evitar certos erros comuns.

Exemplos de uso dos hooks pre-receive:

  • Exigir que as mensagens de commit sigam determinado padrão ou formato, como incluir um número de ticket válido ou ter um tamanho especificado;
  • Bloquear um branch ou repositório rejeitando todos os pushes;
  • Evitar a inclusão de dados confidenciais no repositório bloqueando palavras-chave, padrões ou tipos de arquivos;
  • Evitar que o autor da pull request faça merge em suas próprias alterações.

Fluxos de trabalho e impacto no desempenho

O impacto para os desenvolvedores e seus fluxos de trabalho pode ser significativo e deve ser considerado atentamente. Hooks pre-receive baseados nas demandas corporativas e implementados com cuidado trarão mais benefícios para a organização como um todo.

Os hooks pre-receive podem ter efeitos indesejados no desempenho do sua instância do GitHub Enterprise Server, devendo ser implementados e analisados com atenção.

Pergunte a uma pessoa

Não consegue encontrar o que procura?

Entrar em contato