👋 We've unified all of GitHub's product documentation in one place! Check out the content for REST API, GraphQL API, and Developers. Learn more on the GitHub blog.


Publicamos atualizações frequentes em nossa documentação, e a tradução desta página ainda pode estar em andamento. Para obter as informações mais recentes, acesse a documentação em inglês. Se houver problemas com a tradução desta página, entre em contato conosco.
Versão do artigo: Enterprise Server 2.19

Sobre branches protegidos e verificações de status obrigatórias

Branches protegidos garantem que os colaboradores de um repositório não consigam fazer alterações irreversíveis nos branches. As verificações de status obrigatórias garantem que todos os testes de CI sejam aprovados antes que os colaboradores possam fazer alterações em um branch protegido. Os branches dentro de repositórios pertencentes a organizações podem ser configurados de forma que somente determinados usuários equipes ou aplicativos possam fazer push em um branch.

Os branches protegidos bloqueiam vários recursos do Git nos branches que o administrador decidir proteger. Em um branch protegido, os usuários não podem:

Qualquer pessoa com permissões de administrador para um repositório tem acesso livre para fazer push em um branch protegido. Se você habilitar restrições de branch, apenas usuários equipes ou aplicativos que receberam permissões podem fazer push para um branch protegido. Para obter mais informações, consulte "Configurar branches protegidos e verificações de status obrigatórias".

Permissões de branch restritas.

Observação: Se a opção "Include administrators" (Incluir administradores) estiver selecionada e você tiver habilitado as verificações de status obrigatórias no branch e elas falharem, qualquer tentativa de fazer push das alterações no branch protegido também falhará, mesmo para pessoas e aplicativos com permissões de administrador.

Pergunte a uma pessoa

Não consegue encontrar o que procura?

Entrar em contato