Publicamos atualizações frequentes em nossa documentação, e a tradução desta página ainda pode estar em andamento. Para obter as informações mais recentes, acesse a documentação em inglês. Se houver problemas com a tradução desta página, entre em contato conosco.
Versão do artigo: Enterprise Server 2.20

Migrando para repositórios internos

Você pode migrar para repositórios internos para unificar a experiência interna para desenvolvedores usando GitHub Enterprise Server e GitHub Enterprise Cloud.

Os administradores do site podem migrar para repositórios internos.

Neste artigo

Sobre repositórios internos

Os repositórios internos estão disponíveis em GitHub Enterprise Server 2.20+. You can use internal repositories to practice "innersource" within your instance. Members of any organization on your instance can collaborate using open source methodologies without sharing proprietary information publicly, even with private mode disabled. Para obter mais informações, consulte "Sobre a visibilidade do repositório".

Em versões futuras do GitHub Enterprise Server, ajustaremos como a visibilidade do repositório funciona para que os termos público, interno e privado tenham significados uniformes para desenvolvedores em GitHub Enterprise Server e GitHub Enterprise Cloud.

Para se preparar para essas alterações, se você tiver o modo privado ativado, é possível executar uma migração em sua instância para converter repositórios públicos em internos. Essa migração é atualmente opcional, para permitir que você teste as mudanças em uma instância não produtiva. A migração será obrigatória no futuro.

Quando você efetuar a migração, todos os repositórios públicos pertencentes a organizações na sua instância se tornarão repositórios internos. Se qualquer um desses repositórios tiver bifurcações, as bifurcações vão se tornar privadas. Repositórios privados permanecerão privados.

Todos os repositórios públicos pertencentes a contas de usuário na sua instância se tornarão repositórios privados. Se qualquer um desses repositórios tiver bifurcações, as bifurcações vão se tornar privadas. O proprietário de cada bifurcação receberá permissões de leitura para o principal da bifurcação.

O acesso de leitura anônimo Git será desativado para cada repositório público que se tornar interno ou privado.

Se sua visibilidade padrão atual for pública, o padrão se tornará interno. Se o padrão atual for privado, o padrão não será alterado. Você pode alterar o padrão a qualquer momento. Para obter mais informações, consulte "Configurar a visibilidade padrão de novos repositórios no seu appliance".

A política de criação de repositórios para a instância mudará para desativar repositórios públicos e permitir repositórios privados e internos. Você pode atualizar a política a qualquer momento. Para obter mais informações, consulte "Restringir a criação de repositórios nas suas instâncias".

Se você não tiver o modo privado ativado, o script de migração não terá efeito.

Executando a migração

  1. Conecte-se ao shell administrativo. Para obter mais informações, consulte "Acessar o shell administrativo (SSH)".
  2. Navegue no diretório /data/github/current.
    cd /data/github/current
    
  3. Execute o comando de migração.
    sudo bin/safe-ruby lib/github/transitions/20191210220630_convert_public_ghes_repos_to_internal.rb --verbose -w | tee -a /tmp/convert_public_ghes_repos_to_internal.log
    

O output do log aparecerá no terminal e no /tmp/convert_public_ghes_repos_to_internal.log.

Leia mais

Pergunte a uma pessoa

Não consegue encontrar o que procura?

Entrar em contato