Publicamos atualizações frequentes em nossa documentação, e a tradução desta página ainda pode estar em andamento. Para obter as informações mais recentes, acesse a documentação em inglês. Se houver problemas com a tradução desta página, entre em contato conosco.

Sobre integração contínua

Você pode criar fluxos de trabalho personalizados de integração contínua (CI, Continuous Integration) e de implantação contínua (CD, Continuous Deployment) diretamente no repositório do GitHub com o GitHub Actions.

GitHub Actions está disponível com GitHub Free, GitHub Pro, GitHub Free para organizações, GitHub Team, GitHub Enterprise Cloud e GitHub One. O GitHub Actions não está disponível para repositórios privados de contas que utilizam planos antigos por-repositório. Para obter mais informações, consulte os "produtos do GitHub".

Neste artigo

Sobre integração contínua

A integração contínua (CI, Continuous Integration) é uma prática de software que exige commits frequentes de códigos para um repositório compartilhado. Fazer commits de códigos com frequência detecta erros com mais antecedência e reduz a quantidade de código necessária para depuração quando os desenvolvedores chegam à origem de um erro. As atualizações frequentes de código também facilitam o merge de alterações dos integrantes de uma equipe de desenvolvimento de software. Assim, os desenvolvedores podem se dedicar mais à gravação de códigos e se preocupar menos com erros de depuração ou conflitos de merge.

Ao fazer commit do seu repositório, você pode continuamente compilar e testar o código para garantir que o commit não insira erros. Seus testes podem incluir linters de código (que verificam formatação de estilo), verificações de segurança, cobertura de código, testes funcionais e outras verificações personalizadas.

Para compilar e testar seu código, é necessário usar um servidor. Você pode criar e testar atualizações no local antes de fazer push do código para um repositório, ou pode usar um servidor de CI que verifica os novos commits de código em um repositório.

Sobre integração contínua usando o GitHub Actions

Quando a CI usa GitHub Actions, oferece fluxos de trabalho que podem criar o código no seu repositório e executar os seus testes. Os fluxos de trabalho podem ser executados em máquinas virtuais hospedadas em GitHub ou em máquinas que você mesmo pode hospedar. Para obter mais informações, consulte "Ambientes virtuais para executores hospedados em GitHub" e "Sobre executores auto-hospedados".

Você pode configurar a execução do seu fluxo de trabalho de CI para ocorrer diante de um evento do GitHub (por exemplo, quando houver push de um novo código para o seu repositório), com base em uma programação definida ou quando houver um evento externo usando o webhook de despacho do repositório.

O GitHub executa seus testes de CI e gera os resultados de cada teste na pull request. Deste modo, você consegue ver se a alteração no seu branch insere erros. Quando todos os testes de CI em um fluxo de trabalho forem aprovados, as alterações que passaram por push estarão prontas para a revisão de um integrante da equipe ou para o merge. Se algum teste falhar, uma de suas alterações pode ter causado a falha.

Quando você configura a CI no seu repositório, o GitHub analisa o código no repositório e recomenda fluxos de trabalho de CI conforme a linguagem e a estrutura usadas. Por exemplo, se você usar Node.js, o GitHub sugere um arquivo modelo que instala os pacotes Node.js e executa os testes. Você pode usar o modelo de fluxo de trabalho de CI sugerido por GitHub, personalizar o modelo sugerido ou criar seu próprio arquivo de fluxo de trabalho personalizado para executar os testes de CI.

Captura de tela dos modelos sugeridos de integração contínua

Além de ajudar a configurar os fluxos de trabalho de CI no seu projeto, o GitHub Actions pode ser usado para criar fluxos de trabalho em todo o ciclo de vida de desenvolvimento de software. Por exemplo, você pode usar ações para implantar, criar pacotes ou lançar uma versão do seu projeto. Para obter mais informações, consulte "Sobre o GitHub Actions".

Para obter uma definição dos termos comuns, consulte "Conceitos principais para GitHub Actions".

Linguagens compatíveis

O GitHub oferece modelos de fluxo de trabalho de CI pra várias linguagens e estruturas.

Navegue pela lista completa de modelos de fluxo de trabalho de CI disponíveis no GitHub, no repositório ações/iniciador-fluxos de trabalho.

Notificações para execução de fluxo de trabalho

If you enable email or web notifications for GitHub Actions, you'll receive a notification when any workflow runs that you've triggered have completed. The notification will include the workflow run's status (including successful, failed, neutral, and canceled runs). You can also choose to receive a notification only when a workflow run has failed.

You can also see the status of workflow runs on a repository's Actions tab. For more information, see "Managing a workflow run."

Selos de status para execução de fluxo de trabalho

Status badges show whether a workflow is currently failing or passing. A common place to add a status badge is in the README.md file of your repository, but you can add it to any web page you'd like. By default, badges display the status of your default branch (usually master). You can also display the status of a workflow run for a specific branch or event using the branch and event query parameters in the URL.

Para obter mais informações, consulte "Configurar fluxo de trabalho."

Leia mais

Pergunte a uma pessoa

Não consegue encontrar o que procura?

Entrar em contato